Não descarregue sua raiva

O que fazer com a raiva que às vezes arde dentro de nós? Existe uma crença disseminada de que uma pessoa que expressa sua ira está se libertando dela. Assim, as pessoas são encorajadas a “BOTAR TUDO para FORA” , “TIRAR TUDO do PEITO” , arremessando almofadas contra as paredes ou se agredindo mutuamente.

Quando descarregamos nossos sentimentos raivosos, parece que nos sentimos melhores, não é? Porém, não é isso que as pesquisas demonstram.

O psicólogo Ebbe Ebbesen, num experimento com engenheiros recentemente demitidos, apurou que a EXPRESSÃO da RAIVA que sentiram NÃO AGIU como uma CATARSE. Ao contrário, os homens se TORNARAM MAIS HOSTIS em relação a suas antigas empresas.

Do mesmo modo, rapazes de uma faculdade que expressaram seus sentimentos de raiva por alguém que os havia irritado se TORNARAM AINDA MAIS ZANGADOS com essa pessoa e passaram a gostar dela ainda menos.

Mais e mais psicólogos estão concluindo que EXPRESSAR SENTIMENTOS de RAIVA NÃO NECESSARIAMENTE a REDUZ. Ao contrário, FAZ ela AUMENTAR.

Quando desabafamos nossas mágoas, há uma reativação da mesma estimulação emocional e biológica que nos fez sentir tanta raiva no momento em que o evento enfurecedor aconteceu.

Inúmeros estudos apontam o mesmo resultado: a expressão da raiva CRISTALIZA uma ATITUDE RAIVOSA e ESTABELECE um HÁBITO HOSTIL.

Mesmo que não sejamos do Tipo A, existe um monte deles à nossa volta , com os quais precisamos aprender a lidar .

E não é preciso nem se queixar verbalmente. O mero ato de PENSAR em uma situação que nos enfureceu reativa o excesso de secreção de cortisol, o “HORMÔNIO da HOSTILIDADE”.

E como o cortisol é um SUPRESSOR do SISTEMA IMUNE, a simples recordação daquilo que nos irritou ABALA as DEFESAS de NOSSO CORPO .

Provou se que pensar apenas 5 minutos em alguém que nos magoou reduz o nível da imunoglobulina A (em azul na imagem) — anticorpo da linha de frente na defesa do organismo — durante as 6 horas seguintes!

Podemos até sentir um ALÍVIO TEMPORÁRIO – a tal da euforia – quando raivosamente “botamos tudo para fora”.

Contudo, pagamos o alto preço de um fragilizado sistema imune pelo resto do dia.

Mas, COMO ENTÃO CONTROLAR essa EMOÇÃO PODEROSA, que PODE ATÉ nos MATAR?

Conversamos sobre nossa RAIVA e como o hormônio de agressividade, o CORTISOL, suprime o SISTEMA IMUNE, ABALANDO ASSIM as DEFESAS de NOSSO CORPO.

Existem pessoas que são da “PERSONALIDADE TIPO A”, uma personalidade HOSTIL, FACILMENTE IRRITÁVEL e CINCO VEZES MAIS PROPENSA A MORRER PREMATURAMENTE , quando comparada à do TIPO B, que pega as coisas mais leve.

Certamente esse papo de “pessoa Tipo A” não é uma notícia bem vinda para todos que se IRRITAM ao AGUARDAR pelo ELEVADOR ou pelos atendentes de loja ou caixas de banco.

Mas o que fazer com aquelas pessoas TIPO A ao nosso redor que despejam uma torrente de irritação na nossa cabeça?

Claro que não vamos querer ficar “ENGOLINDO SAPOS” – especialmente porque hoje os médicos já definiram um terceiro tipo de personalidade, a do “TIPO C”, que REPRIME os SENTIMENTOS NEGATIVOS e TENDE a SER MAIS VULNERÁVEL ao CÂNCER.

Os benefícios DA LIBERAÇÃO EMOCIONAL pela expressão de nossas mágoas podem ser obtidos não simplesmente vomitando nosso veneno, mas quando REINTERPRETAMOS CALMAMENTE o episódio que nos transtornou.

Usando DISCERNIMENTO, precisamos dar um NOVO SIGNIFICADO ao EVENTO e assim DEIXÁ-LO para TRÁS.

Só que, na Hora H, quando alguém está lhe culpando e criticando – quando seu SISTEMA NERVOSO SIMPÁTICO está bombeando seu coração 🫀 num padrão de DEFESA INSTINTIVA e sua mente está em ebulição , pronta para jogar para fora uma longa lista de inflamadas réplicas – qual é sua estratégia?

Minha mãe sempre me falava: “Quando estiver com raiva, conte até dez.”

Imagino que sua mãe lhe falou a mesma coisa.

Mas o presidente americano Thomas Jefferson tinha uma dica ainda melhor. Aconselhou: “Quando estiver com raiva, conte até dez; se estiver com muita raiva, conte até cem.”

Mas e depois de contar até dez ou até cem, o que fazer?

Aqui está uma sugestão do Livro dos Provérbios:

“A resposta branda desvia o furor.”

Simplesmente segure as pontas e faça uma pausa. Escolha algumas palavras gentis para acalmar o encolerizado Tipo A.

“Eu realmente não fazia ideia de que isso poderia lhe incomodar tanto. É bom que possamos conversar sobre esse assunto agora”.

Precisamos também “tomar precauções”. A agressividade pode ser diminuída pela REDUÇÃO da ESTIMULAÇÃO BIOQUÍMICA ⤵ que a acompanha – por exemplo, a secreção crônica de excesso do hormônio cortisol.

O sábio grego Plutarco aconselhou: “Aquele que NÃO JOGA COMBUSTÍVEL no INCÊNDIO acaba APAGANDO-O. Do mesmo modo, aquele que NÃO ACALENTA SUA IRA, e toma precauções contra ela, termina por EXTINGUÍ- LA”.

Contudo, para permanecer calmo e sereno em situações inflamadas precisamos constantemente MONITORAR nossas próprias EMOÇÕES NEGATIVAS através da AUTOPERCEPÇÃO – lembrando sempre o quanto a RAIVA FAZ MAL à SAÚDE .

E a melhor maneira de fazer isso é através das práticas diárias que EXPANDEM nossas MENTES até um ESTADO de CONSCIÊNCIA ALÉM da RAIVA – que mantém nosso sistema endócrino num estado de equilíbrio todos os dias, em todas as situações.

Por exemplo:

  • RESPIRAÇÃO PROFUNDA e LENTA
  • RELAXAMENTO PROFUNDO
  • POSTURAS de YOGA
  • MEDITAÇÃO

Gerenciar nossa raiva é bom. PREVENÍ-LA, porém, é AINDA MELHOR.

Essas técnicas são o melhor seguro contra os venenos internos que a raiva gera.

Texto Escrito pela Dra. Susan Andrews e adaptado por Portal Zen Daat.

The following two tabs change content below.

Portal Zen Daat

Somos um Portal que traz luz, cura e oportunidades de troca, equilíbrio e paz interior.

Últimos post de Portal Zen Daat (ver todos)

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*