A versatilidade dos tratamentos com Zedoária

Curcuma_zedoaria_Bluete(Curcuma Zedoaria Roxb.) Parte utilizada: Rizoma

A zedoária é um rizoma formado por tubérculos grossos, sendo de cor cinza por fora e branco por dentro. Tem sua origem na Ásia tropical. Cultivado na índia, China e Japão, há muito tempo está aclimatada no Brasil, onde também é cultivada. No período da dinastia Ming um erudito deixou registrado em seus livros que a zedoária, conhecida também por Gajitsu, era capaz de curar a má circulação sangüínea.
Era muito usada na antiga China e Índia, onde os cantores costumavam mascar pedaços da raiz para “limpar” a garganta antes de cantar.

Propriedades Medicinais

Atua principalmente no trato digestivo, promovendo seu bom funcionamento, pois inibe a secreção do ácido gástrico e aumenta a secreção biliar, evitando a azia e má digestão, prisão de ventre, cólicas e gases intestinais e estomacais. É indicado na prevenção e tratamento de úlceras gástricas e duodenais, bem como nas doenças do fígado (cálculo biliar e colesterol alto). Atua contra o mau hálito, proporcionando uma agradável e duradoura sensação de frescor em todo o trato digestivo superior.
É um poderoso depurativo do sangue ativando a circulação e promovendo ampla desintoxicação do organismo.
Na piorréia alveolar auxilia detendo a produção do elemento TXA2, o qual é o principal responsável pela hiperemia na gengiva.

Principais Indicações

Bronquite
Cálculos renais
Hepatite
Micoses
Distúrbios do fígado
Resfriados
Afecções urinárias
Cólica
Vômito
Tosse
Úlcera gástrica e duodenal
Insônia
Colesterol alto
Má circulação sanguínea
Aumentar a eficácia da quimioterapia e radioterapia
Gota
Flatulências
Intoxicação alimentar
Prisão de ventre
Cálculo biliar
Acalmar
Distúrbios menstruais
Dermatose
Mau hálito
Etc.

 Contra Indicações e Efeitos Colaterais

Não deve ser utilizada nos 3 primeiros meses de gravidez e durante a lactação.
Podem ocorrer diarréias, inchaço e dores abdominais nos primeiros dias de ingestão.
Precauções: Deve ser administrada apenas em doses terapêuticas para se evitar os efeitos indesejáveis de uma super dosagem e em caso de hipersensibilidade descontinuar o uso.

Constituintes Químicos

Os rizomas têm:1,0 a 1,5% de óleo essencial (alfa-pineno, cineol, D-cânfora, D-borneol, D-canfeno, ), álcoois sesquiterpenos e zingibereno, amido (50%), mucilagens, alcalóides, resina (3,5%), pigmento curcumina, guaieno, zedoalactona A e B, curcumenona (ciclopropanosisquiterpeno), 2 espirolactonas (curcumanolide A e curcumanolide B); abluminóides; vitaminas: B1, B2, B6; minerais: ca, Mg, Fe, P, Na, K.

 Chá de Zedoária – Como fazer?

A infusão da Zedoária é indicada para vários tratamentos, como bronquite, tosses, prisão de ventre e outros. Para fazer, coloque duas colheres de sopa pra um litro de água em uma panela, leve-a ao fogo e deixe cozinhando por 10 minutos a partir do momento que a ebulição der início. Após esse tempo, retire o chá do fogo e deixe repousando com tampa por 10 minutos. Coe e tome de uma a duas xícaras por dia.
Outros PreparosTintura: 2 a 25 ml por dia ou 1 colher das de sopa do pó em 100 ml de álcool de cereal a 70 graus e 50 ml de água. Deixar macerar por 5 dias. Coar. Tomar 1 colher das de café diluído em um pouco de água, de manhã, em jejum, e antes da principais refeições, para estimular a digestão e regularizar o fígado.
Pó: 1 g por dose, 2 a 3 vezes ao dia ou 1 colher das de sobremesa do pó diluído em água ou suco, antes das principais refeições (para normalizar o colesterol). 3 a 6g/dia na forma de decocção, pó ou pílulas.
Cataplasma: para combater micoses. Aumenta a eficácia da quimioterapia e da radioterapia em tratamentos de câncer.
Infusão: – fígado: 1 colher das de café do pó ou três fatias pequenas em 1 xícara das de chá de água quente. Abafar por 10 minutos. Coar. Tomar 1 a 2 xícaras ainda morno, antes das principais refeições.
– pulmão: 2 colheres das de sopa do pó ou fatias pequenas em 1 xícara das de chá de água. Abafar por 15 minutos. Coar. Juntar 2 colheres das de sopa de mel. Tomar 2 a 3 colheres das de sopa ao dia (adultos) ou metade (crianças).Tanto os chás, tinturas e extratos dos rizomas são usados contra bronquites, cálculos renais, úlceras gástricas, insônia, para reduzir a taxa de colesterol no sangue e ativar a circulação sangüínea.

 

Fontes de Consulta:

www.remedio-caseiro.com

www.plantamed.com.br

 

The following two tabs change content below.

Portal Zen Daat

Somos um Portal que traz luz, cura e oportunidades de troca, equilíbrio e paz interior.

Últimos post de Portal Zen Daat (ver todos)

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*