Estudo mostra que mulheres carregam DNA de parceiros sexuais

parceiros

Os cientistas descobriram que uma minoria considerável de mulheres têm sequências de genes do cromossomo Y no sangue. Isso é interessante porque, como você deve saber, cromossomos Y são os cromossomos que pertencem aos homens, e a pergunta para senhoras, o que eles estão fazendo lá, e de onde eles vêm?

Estudando

Uma resposta óbvia seria de gravidez de um filho homem,pois  cada mulher que está grávida ainda carrega as células de seu feto dentro de sua corrente sanguínea. Células da gravidez irão residir no sangue e órgãos da mãe para o resto de sua vida. Mesmo depois que a gravidez seja terminada ou se houver um aborto os ditos genes permaneceriam com a mãe. Há um nome para esta condição, ela é chamado micromerismo , que é nomeado como homenagem a quimera grega, um monstruoso animal míticos, cuspidor de fogo que é composto de partes de três animais um leão, uma cobra e uma cabra. Ok, então isso explica tudo, bem, pelo menos essa explicação faz sentido para as mulheres que deram à luz a filhos. Mas o que dizer das mulheres sem filhos que ainda tinham células masculinas em sua corrente sanguínea?

Esta foi uma chamada para um estudo, que foi feito por imunologistas no Fred Hutchinson Cancer Center, em 2004. Neste estudo, eles colheram amostras de 120 mulheres que nunca tiveram filhos. Eles descobriram que 21% dessas mulheres tiveram DNA masculino. As mulheres foram, então, divididas em quatro grupos de acordo com a história da gravidez: Grupo A teve apenas filhas, Grupo B tinha tido um ou mais abortos, Grupo C tinha abortos induzidos e Grupo D nunca tinham estado grávidas antes. A prevalência de  micromerismo macho foi consideravelmente maior no Grupo C, embora ainda estava presente em cada grupo. Um grupo de 8% a 22% do Grupo B, Grupo C, 57% e 10% do Grupo D.

As conclusões deste estudo é de que as possíveis fontes de micromerismo masculino foram: gravidez conhecidas, abortos, desaparecimento de um gêmeo masculino, ou relação sexual. Isto significa que, por meio de relações existe um potencial para que as mulheres se apeguem a genes masculinos e DNA dentro de seus órgãos e sangue por toda a sua vida!

Acho isso extremamente fascinante, porque um amigo e mentor espiritual me disse uma vez que cada vez que você dorme com alguém você está assumindo uma parte dela dentro de você. Eu pensei nisso como uma poderosa metáfora,  na qual estaríamos mantendo uma parte do outro ser energeticamente. Escusado será dizer, que me fez refletir sobre certas coisas do meu passado e toda essa analogia realmente fez muito sentido. Mas, ao saber que há prova científica real para  isso e que é uma coisa física, que é mais do que apenas energia. A ideia de que as mulheres  são capazes de assumir fisicamente o  DNA dos homens que dormem com elas, é uma peça extrema para que possamos abrir nossos olhos para a coleta de informações sem tropeçar.

Esta ciência coloca todo um novo significado na relação sexual como um todo. É um ato muito sagrado e espiritual e deve ser completamente considerado como tal. Um monte de pessoas estão fazendo mau uso do sexo e tem esquecido o que se quer dizer ,como importante e realmente consagrado é este ato. Eu sei que eu posso falar para muitas mulheres porque, como uma mulher eu sei como é isso e aquelas que tiveram experiências no passado com  sexo um pouco livremente por causa da insegurança ou para agradar ou impressionar um homem sem na verdade, mesmo perceber o quão irresponsável este ato era. Porque na época, era apenas sexo, e quando você está completamente desconectado de si mesmo, não parece que ele é um grande negócio. Agora por ser mais velha e mais ligada ao meu eu espiritual eu percebo que o sexo não é algo que deve ser  feito para ser jogado em torno e fora  tão livremente, este é um ato sagrado que cria um vínculo entre duas pessoas que se amam e cuidam umas das outras. É tão importante para nós (a humanidade) perceber isso. Existe uma grande quantidade de poder e potencial incrível dentro deste ato e ele tem a capacidade completa de conectando-nos com o nosso verdadeiro eu.

Muitos de nós estão segurando um monte de bagagem sexual do nosso passado, não é minha intenção de fazer qualquer um se arrepender das experiências passadas. Em vez disso, melhor será deixar ir e abraçar o que o passado nos ensinou e seguir em frente com este conhecimento e considerá-lo com sabedoria. Com esta informação eu tenho certeza que você vai pensar duas vezes sobre quem está a acabar na cama com você, e, no mínimo, eu tenho certeza que você não se esqueça de usar um preservativo!


Fonte: Texto traduzido e adaptado de: (Via collective-evolution.com ) e disclose.tv

The following two tabs change content below.

Portal Zen Daat

Somos um Portal que traz luz, cura e oportunidades de troca, equilíbrio e paz interior.

Últimos post de Portal Zen Daat (ver todos)

1 Comentário em Estudo mostra que mulheres carregam DNA de parceiros sexuais

  1. Esse tema já é fato biológico em outros mamíferos, onde filhotes nascem com características distintas pois vários machos copularam.Basta utilizar um pouco do raciocínio lógico.Além disso da mesma maneira que os indivíduos “fêmeas” adquirem muito mais facilmente doenças pelo fato de serem o “depósito” do sêmen que tem contato com as células, também podem sim adquirir informações genéticas de todos os parceiros.

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*