A receita de Frei Romano Zago

babosa2

Em seu livro, Frei Zago apresenta a receita de um medicamento natural à base de babosa e ele afirma ser bastante popular e que já era conhecido desde os tempos antigos. Segundo Frei Zago relata em seu livro, este remédio natural é capaz de curar diversos tipos de câncer, bem como outras doenças. O que mais chamou a atenção em seu livro, e que deu origem a toda polêmica no assunto, foi o fato de ele ter publicado o nome completo e endereço de diversas pessoas que supostamente tiveram o cancer curado com esse remédio.

Ainda segundo o relato do Frei, as pessoas que foram curadas do câncer usando a fórmula do remédio a base do gel da babosa, apresentavam graus variados da evolução da doença. Alguns ainda se encontravam nos estágios iniciais, enquanto outros já se encontravam no estágio terminal da doença. Frei Zago, explica em seu livro, que a cura do câncer pela babosa, ocorre pela ação de certas substâncias presentes na planta, que atuam no fortalecimento do sistema imunológico, para que este siga a atacar e destruir as células cancerígenas.

A receita

1/2 Kg de mel de abelha (mel puro, natural) *Obs: Se você é diabético, possui alergia ao produto ou tem receio sobre a genuinidade do mesmo, pode triturar a babosa e a bebida destilada de sua escolha, utilizando suco de fruta, legume ou verdura, para criar o contraste (em lugar do mel),contudo, se o paciente tolerar bem o destilado e a babosa, não há necessidade de providenciar o suco.
40 a 50 ml (5 a 6 colheres) de bebida destilada (cachaça de alambique ou uísque ou conhaque).*Obs: Não utilize vinho nem cerveja, porque são bebidas fermentadas, com menos concentração de álcool, necessitando, se fosse o caso, para a função, de maior volume. Licores, de qualquer espécie, ficam fora de cogitação, porque são produzidos a base de açúcar.
Folhas de babosa (Aloe arborescens): duas ou três de forma que, em fila indiana, se aproximem de um metro de comprimento.

O preparo
Remover os espinhos das bordas das folhas, bem como a poeira que a natureza aí pode depositar, utilizando-se de um pano limpo ou esponja. Picar as folhas, sem remover a casca, jogando-a no liquidificador, junto com o mel e o destilado escolhido. Triturar bem, até obter-se uma espécie de creme esverdeado, estará pronto então para o consumo.
Obs: não cozinhar nem filtrar.

Se conservado em geladeira, envolver o frasco em embrulho escuro ou vidro de cor (âmbar). Fora da geladeira não azeda.

Como tomar
• Tomar uma colher, das de sopa, uns 10 a 20 minutos antes do café da manhã, almoço e jantar.
• Iniciado o tratamento, ingerir o conteúdo todo do frasco.
• Se o problema for câncer e se não houve cura nem melhoras, é preciso repetir a operação, observando-se o intervalo de 5 a 7 dias. Tal procedimento (de repetir a dose) deve-se tê-lo tantas vezes quantas forem necessárias para eliminar o mal.
• Somente após os primeiros três a quatro frascos sem o êxito desejado deve-se recorrer a uma dose dupla, ou seja, duas colheres antes das três refeições, já que temos tidos casos de pessoas que, mesmo em fase terminal, com um frasco e uma colher antes de comer, conseguiram livrar-se do mal.
• Durante o período de ingestão do remédio, é desaconselhável consumir qualquer tipo de carne, bem como derivados de animal, substitua a carne por frutas, legumes, verduras, cereais e derivados.
• Se o paciente estiver tomando remédios receitados por seu médico, ou precisar submeter-se a radioterapia, quimioterapia ou similares, nada impede que, concomitantemente, siga o tratamento com a babosa.
Obs: nunca abandonar o tratamento e acompanhamento médico.

Colheita da Planta para o Preparo

O pé de babosa tem que ter pelo menos 5 anos de vida- A planta obtém sua maturidade plena a partir dos cinco anos. Em caso de necessidade, é claro que se pode lançar mão de folhas de plantas mais jovens.Apanhar a babosa no escuro, após cinco dias sem chuva. Não colher com orvalho. Preparar de preferência no escuro. Preparar logo depois de colhida. Segundo estudos recentes, a babosa, quando em flor, tem reduzidas as suas propriedades medicinais, já que dirige toda a sua energia para a flor (fruto). Evite colher as folhas para o preparado na época em que a planta floresce; se houver necessidade de fazer a coleta, opte por uma haste em que não brotou flor neste ano e que, portanto, não terá canalizado sua energia para aquele ponto.

O Frei Romano Zago, em o livro Câncer tem Cura, aponta três possíveis situações após o tratamento:
1. Cura Total do indivíduo, não importa o tipo de câncer, nem o estado em que se encontra a pessoa, podendo tratar-se de doente já em fase terminal.
2. Bloqueio do mal, ou seja, a doença não se alastrou. Ocorreram mudanças insignificantes em exames realizados pelo paciente, vale a pena relembrar que sem o tratamento a doença teria se alastrado.Neste caso é importante continuar o tratamento, repetindo as doses, lembrando sempre de respeitar os períodos de parada (5 a 7 dias) apontados na receita. O paciente não deve parar o tratamento no meio pois perderá todos os ganhos realizados e ainda permitirá que o câncer aumente sua resistência.
3. Quando o tratamento não surte efeito.Tente de três a quatro frascos, se continuar sem nenhum efeito desejado, apele para o remédio em dose dupla, em vez de tomar uma colher antes das refeições, passe a tomar duas.

Fonte: Revista Farmácia da Natureza

The following two tabs change content below.
Portal Zen Daat

Portal Zen Daat

Somos um Portal que traz luz, cura e oportunidades de troca, equilíbrio e paz interior.
Portal Zen Daat

Últimos post de Portal Zen Daat (ver todos)

5 Comentários em A receita de Frei Romano Zago

  1. Ha treze anos estou aproveitando receita do Frei Romano com êxito. 15 pessoas com diferentes problemas continuam vivas( apesar de situações iniciais muito delicadas). Com contato com Prof. Den Saputo (California) e recomendável de separadamente alternar com uso de tinta de Artemisia( babosa) Fvr. ver o site do professor.

  2. Bom dia! Segundo outros estudiosos não se deve usar a casca, gostaria de saber o porquê do uso e o porquê da água ardente, já que segundo a Anvisa a babosa foi proibida devido fazer mal para os rins.

  3. Conheço esse Frei há 15 anos e como babosa desde então. Batida com mel e destilada ou um natura. Quero saber quem toma cardeal pode tomar a babosa batida com o álcool? Ou só deve comer um natura

  4. AvatarVera Lúcia Monteiro dos Santos // 22 de março de 2020 em 13:36 // Responder

    Estou fazendo uso da babosa para evitar novas incidências de câncer (tive 2 vezes). Gostaria de receber novas publicações
    Agradeço pela atenção

  5. Já consegui a cura de um começo de cancer na pele do meu rosto utilizando essa fórmula do Frei Zago.
    Já faz mais de um ano, o cancer nunca mais se manifestou.

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*